Loja Oscar Freire

Loja Shopping Iguatemi

Lojas parceiras

Desinblog

Desinchef

E-books

Cursos

Quem somos

Trabalhe Conosco

5 fake news (e uma verdade) sobre alimentação

As notícias falsas existem desde que o mundo é mundo e também no mundo das dietas. Você sabia que aquela história de que manga com leite faz mal é só uma lenda? Os senhores de engenho soltaram essa fake news para evitar que as pessoas escravizadas pegassem o leite da fazenda. Pois é. Considerando isso, listamos as maiores fake news de dieta da internet para você passar longe delas! 

5 fake news (e uma verdade) sobre alimentação

Carboidrato alimenta algumas doenças 

Já se espalhou por aí a fake news de que o carboidrato fortaleceria algumas doenças, como o câncer por exemplo. 

Pessoas acometidas por essa grave doença já caíram em uma das maiores fake news de dieta da internet. Já pensou ficar sem comer frutas

Partindo do pressuposto que o carboidrato é a principal fonte energética para as células do organismo, a associação até faria sentido. Mas especialistas são claros: o regime de exclusão só traz prejuízos, porque o corpo vai buscar glicose em outros locais, mais precisamente nos músculos. 

E o problema disso é que a perda de peso aumenta, assim como desânimo e dor de cabeça. Nada bom. Inclusive, para quem está fazendo quimioterapia, o corpo mais forte é um aliado.  

A sugestão é reduzir doces e farinha refinada e privilegiar fontes de carboidrato bem-vindas, como cereais (milho, aveia, arroz, trigo), integrais (garantem energia e oferecem mais fibras, vitaminas e minerais), raízes e tubérculos (batata-doce, inhame, mandioca) e frutas in natura (especialmente as antioxidantes). 

 

Alimento diet é melhor para emagrecer 

Na verdade, não. Os alimentos dietéticos são recomendados para diabéticos e não têm muita relação com emagrecimento. “Ah, mas não tem açúcar”. Não tem, mas tem mais gordura saturada que os produtos convencionais. Isso ocorre devido à tentativa de se chegar a um sabor próximo ao açúcar. 

Resultado: pode ser mais prejudicial à saúde e conter mais calorias. Típico tiro que sai pela culatra. 

 

Água quente com limão em jejum é obrigatório nas dietas 

Só se você realmente gostar, o que é improvável. Em entrevista ao IG, a nutricionista Erica Fernanda, do Hospital 9 de Julho, de São Paulo, pontua que a técnica não elimina gordura. E acrescenta que é só uma fake news de dieta, porque não há qualquer comprovação científica sobre seus benefícios. 

Erica explica que os alimentos termogênicos, que aceleram o metabolismo e o gasto de energia, ajudam na perda de peso. É o caso da cafeína. Mas que nenhum alimento é capaz de eliminar peso de fato. 

Quanto à ingestão de líquido, são aliadas da hidratação e do desinchaço do organismo. Porém, a perda de peso e queima de gordura se relaciona ao balanço final diário de calorias. Ou seja, para quem quer emagrecer, não há dieta milagrosa, mas equilíbrio e atividade física. 

 

Dietas sem glúten e sem lactose são melhores 

Melhores para os alérgicos e intolerantes ou sensíveis a eles, sem dúvidas. Os profissionais de nutrição entendem que qualquer dieta deve ser equilibrada. Não se pode demonizar os alimentos. Apesar de as expressões “sem lactose” e “sem glúten” estarem em alta no mercado, você deve ter cuidado. Riscar um alimento do cardápio sem necessidade pode ter o efeito contrário, causando deficiências nutricionais e problemas de saúde.  

Se você tem sensibilidade ao glúten, pode ser que você se sinta melhor evitando esses alimentos. Mas se você não é celíaco ou celíaca, nem é sensível ao glúten, vale apenas reduzir o consumo de alimentos industrializados cheios de farinha e incluir mais frutas, legumes e verduras no dia a dia.  

Mais uma vez, o segredo é a alimentação saudável. 

 

Dietas restritivas funcionam 

Há controvérsia. Você não pode ver uma dieta nova milagrosa compartilhada no Instagram que já quer experimentar? Acalme-se. Consumo exclusivo de proteínas, banimento de carboidratos e frutas, nada disso é interessante do ponto de vista nutricional.  

Mais uma vez, reforçamos a ideia da boa alimentação: equilíbrio. Dietas restritivas caem no erro da monotonia alimentar. Priorizar grupos de alimentos em detrimento de outros retira do seu corpo nutrientes tão ou mais importantes. O mesmo vale para as receitas mágicas. 

Pode ser que seu nutricionista te receite alguns dias de low carb? Pode ser. Mas nunca devemos adotar essas dietas sem acompanhamento nutricional. É o profissional quem cuidará para que você não tenha deficiência de nutrientes.  

E lembre-se, cada um de nós possui um perfil metabólico. O que é ótimo para você pode não fazer efeito em outro. Nosso corpo é complexo, possui inúmeros fatores que influenciam em nossas condições. Nada de generalizar e restringir demais. 

 

Mas nem tudo é fake news… 
 
Esses são só alguns exemplos de fake news de dieta que circulam na internet. O que a gente precisa ter em mente é que os alimentos não curam. Sem dúvidas, possuem propriedades benéficas. São potencializadores do bem-estar, que só é conquistado com equilíbrio de bons hábitos e atividade física, como fazemos no Desafio Desinchá 60 dias. 

Ele foi desenvolvido por profissionais para te ajudar a ter novos hábitos de forma gradual, sem prejudicar sua saúde, tudo bem equilibrado. Para conhecer é só clicar aqui. 

Desafio 60 dias

 

Fake news de dieta faz mal. O Conselho Federal de Nutricionistas já alertou. Cuidado com notícias falsas. O que faz bem mesmo é adotar uma vida saudável! 

Qualquer dúvida, consulte um profissional de nutrição 😊. 

 

Fontes: 

The Guardian | Saúde – Abril | IG | Vigilantes do peso | UOL 

 
Por Laíza Negrão  

Comente aqui

avatar