5 palavras para atualizar no seu dicionário saudável

Então o prato do dia é uma redatora falando sobre palavras? Sim, isso mesmo! Porque no mundo da saúde e exercícios existem uma série de palavras mal interpretadas que precisam de uma boa revisão PRA ONTEM. Sem mais nhe-nhe-nhe, vamos a elas:

5 palavras para atualizar no seu dicionário saudável

 

#1 Dieta

Em algum momento da nossa história (falando assim até parece um grande acontecimento, né?), começamos a usar “dieta” como sinônimo de privação. “Dieta” é comer aquela saladinha sem graça com peito de frango sem gosto que a nutri passa para a gente no almoço e no jantar, UHH.  
 
#SQN, Brasil. “Dieta” é um termo genérico para descrever os hábitos alimentares de uma pessoa ou de um grupo. Quaisquer hábitos. Então você pode ter “uma dieta rica em alimentos processados” que não vão fazer nada bem para esse incrível sistema biológico chamado “seu corpo”. 
 

#2 Exercícios físicos

Polêmica! Polêmica! (*gritou ela como se estivesse distribuindo o jornal de hoje*) Exercícios físicos NÃO SÃO o mesmo que atividades ou recreação física. Rá! Exercícios têm uma relação de causa e efeito na modificação corporal. É quase como se fosse uma prescrição: faça XYZ para conseguir braços torneados e um abdômen tanquinho.  
 
Nas atividades / recreação física, por outro lado, existe uma série de variáveis que deixam muito difícil estabelecer essa relação de causa e efeito. Por isso sim, correr com o seu cachorro é ótimo, mas não se enquadra na categoria de exercícios, ok? 
 

#3 Alimentação saudável

Porque isso é muito abstrato. De uma forma geral, você pode entender “alimentação saudável” como comer comida de verdade – e se livrar dos ultra-industrializados. Mas tá bom, depois daí, para onde a gente vai? Tipo, pode comer feijão ou não pode? Por que as frutas parecem ter virado vilãs de uma hora para a outra? Qual o problema do leite? E as quantidades em cada porção?? 
 
O importante a saber aqui é que você pode direcionar sua alimentação para o seu OBJETIVO de saúde / corpo / vida. Então uma dieta (olha ela aqui!) para aumentar sua fertilidade vai ser diferente de uma para queimar gordura, desenvolver os músculos, viver 100 anos (longevidade), treinar para uma maratona, virar fisiculturista…  
 
Não existe nada “ideal” até você responder essa pergunta: “ideal PARA QUÊ?” 
 

#4 Celulite

 Na verdade, essa é uma palavra para DELETAR do nosso dicionário. Porque na #real #oficial, celulite é uma condição inventada pela indústria para nos vender produtos, garoooutas. “Esses furinhos na sua bunda / coxas são horríveis. Aqui, temos o creme perfeito para te ajudar!” Em 4 Horas para o Corpo, Tim Ferris diz que essa palavra apareceu impressa pela primeira vez numa edição da revista Vogue de 1968.  
 
E claro, de lá para cá, nós aprendemos a odiar essa particularidade do nosso corpo. Mas talvez a gente precise fazer um esforcinho para mudar isso. Porque no fim das contas, ter celulite é um efeito colateral de ser mulher. Isso tem a ver com a forma como nossa gordura é armazenada (em colunas verticais) em contraste com a gordura nos homens (com linhas entrelaçadas). Já reparou que, mesmo com bastante sobrepeso, é difícil encontrar um homem com celulite? Enquanto isso, mesmo mulheres super magrinhas sofrem com essa alucinação. Pois é. Antes de inventarem a celulite, ela era chamada simplesmente de PELE. 
 

#5 Tonificar

Eu te imagino como uma pessoa prática, sem mimimi, que vai direto ao ponto (se estiver enganada, pode me corrigir nos comentários, taokei?). Então deixa eu te contar que a magia da transformação corporal é mais simples do que muita gente tenta nos convencer. 
 
Um músculo cresce ou diminui. 
A gordura corporal aumenta ou diminui. 
 
Uma pessoa com um físico “tonificado” é alguém com pouca gordura, de um jeito que os músculos fiquem aparentes, porém sem uma musculatura super desenvolvida (estilo fisiculturista). É o que algumas pessoas chamam de físico atlético (o que é uma grande besteira, porque tanto uma ginasta pequena, quanto uma jogadora de vôlei longilínea, quanto uma levantadora de peso grande SÃO ATLETAS). 
 
Já uma mulher com os músculos desenvolvidos como a moça “tonificada”, mas que tenha mais percentual de gordura no corpo, vai se parecer mais com aquele modelo mulherão curvilínea.  
 
Se a gente voltar duas casas nesse jogo, vai entender que a mecânica por trás é mais simples do que tentam nos vender. 
 
E a Desinchá surgiu exatamente com esse mote de que ei! Saúde é simples (e pode ser bem gostosa também). 🙂 

Assinatura Desinchá

Comente aqui

avatar