Loja Oscar Freire

Loja Shopping Iguatemi

Lojas parceiras

Desinblog

Desinchef

E-books

Cursos

Quem somos

Trabalhe Conosco

6 dicas para você se manter saudável no distanciamento social

Com o coronavírus se espalhando tão rápido no Brasil e no mundo, ficou bem claro que o distanciamento social é a melhor atitude que a gente pode ter pra lutar contra esse processo. Isso nos ajuda a prevenir a sobrecarga dos hospitais, sistemas de saúde, e evita o estresse dos médicos anjos que estão cuidando de todo mundo com tanto amor, e quer saber? É muito legal poder ajudar tanta gente com uma ação tão simples como ficar em casa, não é?

Enquanto é necessário cuidar para que essa curva de contaminação seja o mais baixa possível, ficar dentro de casa pode minimizar muito os riscos para qualquer doença, seja o coronavírus, H1N1, influenza e qualquer outra.

É importante ressaltar aqui, com toda a responsabilidade possível e necessária nesses momentos delicados, que não existem ainda grandes estudos aprofundados sobre o COVID-19, e que as recomendações que a gente traz aqui são baseadas nas melhores informações que existem hoje disponíveis. Além disso, é sempre melhor usar o princípio da precaução.  

distanciamento social

 

Com isso em mente, vem aqui seis dicas para se manter saudável durante os próximos dias:

 

1. Lave suas mãos

Sério, parece obvio mas não é. Também não é uma dica superficial: é sério mesmo. Lavar as mãos com sabão é uma maneira muito efetiva de prevenir vários micróbios de se espalharem, inclusive o coronavirus.

A ação surfactante do sabão quebra a membrana externa gordurosa do vírus e ajuda a destruí-lo. Aliás, importante ressaltar: não é necessário usar um sabão antibactericida para isso, uma vez que esses não se mostraram mais efetivos que um sabão normal que você tem aí na pia de casa. 

 

2. Use umidificador com umidostato

A maioria dos estudos realizados sobre vírus em geral mostra que a baixa umidade aumenta a propagação e o risco de infecção. As pessoas devem usar um umidificador com umidostato o que ajuda a manter a umidade adequada entre 50 e 55%. Este é o intervalo ideal para diminuir a propagação de partículas virais.

Ah! Umidostato é aquele dispositivo que mede a taxa de umidade do ambiente, tá? Não basta ficar em casa e praticar o distanciamento social se você não se assegura que o ambiente ao seu redor está protegido.

 

3. Use um filtro de ar de boa qualidade, com luz UVC

Um dos problemas de passar muito tempo em ambientes fechados é que os edifícios recebem muito pouco fluxo de ar. Isso permite o acúmulo de partículas virais (junto com alergênicos, outros micróbios e produtos químicos de limpeza, tintas, móveis, etc).

Para diminuir essa exposição, é melhor usar um filtro de ar com boa qualidade que inclua um filtro HEPA mais luz UVC. Isso ajuda a matar microrganismos como os vírus. Se você não tem a menor ideia do que eu estou falando, até porque eu também não tinha quando li essa reportagem, vale abrir todas as janelas da sua casa para permitir a circulação de ar.  

 

4. Desinfete as superfícies com um limpador eficaz, mas não toxico

Foi demonstrado que o coronavírus pode viver em superfícies por alguns dias, então é importante limpar as superfícies da sua casa com frequência. De novo: distanciamento social é fundamental, mas com segurança!

Um dos desinfetantes mais eficazes e baratos pode ser feito facilmente em casa mesmo. É só misturar álcool isopropílico 70% com amônia clara. Muitos outros desinfetantes comerciais contêm outros produtos químicos que podem causar danos ao longo do tempo, então é importante evitar. Se possível, claro.  

 

5. Passe algum tempo na janela ou sacada ou jardim

Só porque você está em quarentena, não significa que você não pode colocar a cara na janela! Passar um tempo no sol pode ajudar a aumentar os níveis de vitamina D, o que ajuda a diminuir a replicação viral, assim como os raios ultravioletas. Estar ao ar livre também é preferível do que ficar ao ar interior recirculado, onde partículas podem se acumular.

Após o surto de gripe espanhola entre 1918 e 1919, a terapia ao ar livre foi instituída em alguns hospitais. Acreditava-se que isso melhorava os resultados nas pessoas afetadas. Pois bem… Põe a cara no sol.

Ah! Aproveite esse tempo para desacelerar um pouco, respirar, meditar e se conectar com você mesmo.

 

6. Concentre-se no básico

Sabemos que muitas coisas ajudam a melhorar nosso sistema imunológico. Alguns exemplos aqui são: dormir bem, se manter hidratado, comer uma dieta saudável e diversificada de alimentos integrais e naturais, limitar os alimentos processados e ingestão de álcool e fazer exercícios moderados.

É fácil a gente ignorar o básico agora, e recorrer àquelas comidinhas fáceis e cheias de sódio ou soluções “milagrosas”, por isso a gente prefere dizer: concentre-se no básico.  

Hábitos simples podem fazer toda a diferença. 😉

Desinchá Noite

* Esse post veio de mindbodygreen.com, através do Hon Mitchell – PA-C,M.S. Um físico certificado que se dedica à medicina funcional e também atua como consultor de saúde. Confira a versão original aqui https://www.mindbodygreen.com/articles/6-simple-ways-you-can-stay-healthy-while-in-isolation 

Comente aqui

avatar