Loja Oscar Freire

Loja Rappi

Lojas parceiras

Desinblog

Desinchef

E-books

Cursos

Quem somos

Trabalhe Conosco

6 dicas pra você fugir do cansaço mental

O cansaço mental é um problema com o qual lidamos em muitos momentos. A exaustão da rotina de trabalho, as situações pessoais difíceis que aparecem de tempos em tempos… Tudo isso atrapalha nossa saúde psicológica e emocional.  

E nosso cérebro trabalha tanto quanto o corpo. Quando fica sobrecarregado de informações, o organismo dá sinais físicos de que precisamos de uma pausa. Insônia, perda de apetite, irritabilidade, desânimo, falha de memória. Esses são alguns sinais aos quais devemos ficar atentos. 

E como combater e fugir do cansaço mental? Preparamos ótimas dicas simples para você, confira! 

cansaço mental


Olhe o mundo de forma positiva 

Começamos reflexivos por aqui, hein? Mas essa é uma dica extremamente valiosa para combater o cansaço mental. Tem a ver com o copo meio cheio ou meio vazio.  

Existe uma certeza na vida, além da morte: os problemas aparecerão, pequenos ou grandes. Eles podem dizer respeito à nossa relação com outras pessoas, com o trabalho e com nós mesmos. A diferença está na forma com que lidamos com eles. 

Se ao menor sinal de fogo você se apavora, fica com raiva ou ansioso, sua mente se ocupará dessas sensações ruins. E seu corpo responderá no mesmo nível. A ideia aqui é ver que o incêndio existe, mas pensar em formas de apagá-los e reconstruir o que foi destruído. Em outras palavras, aprender a lidar com as frustrações e tirar o melhor delas. 

Olhar o mundo de forma positiva é pensar que cada situação é um aprendizado, uma experiência valiosa. É saber que o copo está, sim, meio cheio. É não se cobrar tanto, ter autocompaixão e aceitar suas vulnerabilidades. Experimente.

Pratique exercícios físicos 

Quantas vezes falamos aqui dos benefícios da prática de atividades físicas? Inúmeras. E voltamos a repetir a prática para combater o cansaço mental. 

A produção de endorfina (hormônio do prazer) provoca bem-estar, alivia dores e traz a sensação de relaxamento. 

Se você tem a possibilidade de fazer algo que adora, como jogar futebol, vôlei, badminton, queimada ou squash, perfeito. É aliar o prazer ao hobbie. A mente descansa, se diverte, tudo fica melhor. 

Se você tem a rotina corrida a ponto de não conseguir encaixar algo assim, pense numa prática mais flexível, como correr ou fazer musculação. Ainda que não goste tanto, seu corpo associará o prazer à prática. Em algum tempo, você sentirá até falta quando não fizer!

Cuide da alimentação 

Outro ponto no qual sempre tocamos aqui no blog da Desinchá é o cuidado com a alimentação. O que nós comemos tem direta relação com o que sentimos no corpo e na mente. Por isso, se você quer fugir do cansaço mental, sua alimentação deve ser saudável e equilibrada. 

Mas como a alimentação interfere na mente? Bom, a grosso modo, nós temos que ter um equilíbrio de carboidratos, proteínas, gorduras, minerais e vitaminas. Quando algo está em falta, o corpo responde.  

O mau humor, por exemplo, pode vir da ingestão de alimentos gordurosos. A falta de minerais e vitaminas influencia diretamente na nossa atenção e na capacidade cognitiva. Por isso, tenha em mente que o que você come também é responsável pelo seu cansaço mental. 

O acompanhamento de profissionais, inclusive, pode ser indicado em algumas situações. Há estimulantes naturais, como o guaraná, que podem ser ingeridos para estimular o funcionamento do cérebro e deixá-lo(a) mais ativo(a). No entanto, sempre deve ter orientação profissional para que o uso de suplementos tenha o efeito desejado. 


Invista em pequenos prazeres 

Você separa um tempo para seu lazer e suas próprias atividades, que não sejam trabalho? Você usufrui de bons momentos ao lado de pessoas queridas e se diverte? Ótimo. É uma ótima maneira de fugir do cansaço mental, pois faz com que a gente recarregue nossas energias. 

Mas um ponto importante: esteja presente de fato. Não seja aquela pessoa que, sentada na mesa do bar, está com o celular na mão resolvendo coisas de trabalho. Além de deselegante (“Que deselegante!”), faz com que você fique ligado em algo que, em geral, estressa. 

Não esqueça que são essas pessoas queridas que estão ao nosso lado nos momentos adversos. Valorizá-los e investir nessas relações é muito benéfico para nossa saúde de forma geral.  

Além da sua relação com terceiros, pense em você consigo mesmo(a). Caso goste de ler, meditar, ver filme, ouvir música, separe um tempo para isso. Conecte-se com seu interior e com sua essência. É autoconhecimento e desenvolvimento pessoal, o que contribui para lidar melhor com as emoções e sentimentos. 

Uma pessoa que se conhece mais e aprende a lidar com as situações evita o cansaço mental.

Não leve trabalho para casa 

Quem quer se desligar e descansar efetivamente não deve levar trabalho para casa. A não ser que seja realmente urgente (normalmente não é). Nosso corpo e nossa mente são “treinados” ao longo dos anos para identificar o lar como lugar de conforto, descanso, lazer. 

Se você não respeita isso e sempre leva o trabalho para casa, nossas impressões começam a mudar. O lar se torna uma extensão do ambiente laboral, sinônimo de obrigação e estresse. Não recomendamos. 

Lembre também que o descanso é fundamental para a produtividade. 

Vale pontuar também que não levar trabalho para casa também significa não “despejar” suas angústias daquele ambiente em seus (suas) companheiros(a) de casa. Claro que podemos (devemos) compartilhar nossas angústias com quem a gente gosta. Mas não seja a pessoa monotemática que só fala disso (normalmente reclamando). Descalce os sapatos do trabalho ao entrar em casa para evitar o cansaço mental.

Procure ajuda especializada 

Em determinadas situações, o cansaço mental se torna tão perigoso que é preciso buscar ajuda. Não lidar com as emoções e sentimentos de maneira assertiva e positiva pode desencadear muitos problemas de saúde. 

Nestes casos, profissionais de saúde mental, como psicoterapeuta, psicanalista ou psiquiatra, pode ajudar. Para quem gosta de terapias mais alternativas, como as holísticas, ótimo. Tudo que puder ser feito para combater o cansaço mental na origem é bem vindo. 

Meditar também ajuda, e hoje já existem muitas iniciativas (jornadas) guiadas de meditação 

 

Relaxar antes de dormir, com um banho mais quentinho seguido de um Desinchá, também é ótimo para combater o cansaço mental. Experimente!

Desinchá

Comente aqui

avatar