Loja Oscar Freire

Loja Shopping Iguatemi

Lojas parceiras

Desinblog

Desinchef

E-books

Cursos

Quem somos

Trabalhe Conosco

0800 580 3055

8 Benefícios da dança para a saúde do seu corpo e mente

Tem gente que não pode escutar a palavra “academia” que já sai correndo. Porém, é só ouvir funk, samba, forró ou zumba que o coração fica aquecido – e o corpo já começa a se mexer. Os benefícios da dança para a sua saúde são surpreendentes. Envolve muito mais do que os benefícios que as atividades físicas proporcionam. A questão é muito mais profunda – e divertida! 

8 Benefícios da dança para a saúde do seu corpo e mente

1. Benefícios da dança para seu corpo 

Você quer ter aquela sensação maravilhosa depois de uma atividade física? Pretende queimar calorias? Isso a dança pode fazer pela sua saúde. “Pode” porque depende do tempo de prática e da frequência, bem como da modalidade. Quer um exemplo? Uma hora de zumba pode queimar até mil calorias e te ensinar a coreografia do hit do momento. A dança de salão já queima em média 300 calorias e todo o mundo vai querer seu par no rolê. A variação fica por conta da modalidade. E qualquer uma delas pode provocar muitos benefícios para seu corpo. 

 

2. Fortalecimento muscular 

Piruetas, saltos, movimentos rápidos e no ritmo. As danças possuem repetições que auxiliam o fortalecimento dos músculos. E são vários os grupos musculares trabalhados. Aquele tônus tão sonhado na panturrilha pode aparecer, hein? Sua chance.  

Cada dança tem um foco diferente. Enquanto zumba, street dance e ballet mexem com o corpo todo, a dança do ventre trabalha bastante pernas, quadris, cintura e costas. Se você faz alguma modalidade com frequência, já deve ter notado mudanças no corpo. E uma musculatura forte evita a ocorrência de lesões. 

Você é uma pessoa que não consegue descer até o chão na balada, por que o joelho dói? Com algum tempo, isso não será problema! 

 

3. Mais potência para o coração e pulmões  

Com 30 minutos e pelo menos 3 vezes por semana, o que a dança pode fazer pela sua saúde? Aumentar sua frequência cardíaca e respiratória. Isso significa ajudar seu coração a bombear mais sangue para os músculos e para o corpo, além de dar a sensação de mais disposição e energia. A melhora no sistema cardiovascular significa melhor circulação do sangue. É sinal que tudo corre (literalmente) bem. 

 

4. Melhor postura 

O que dizer da flexibilidade que a dança proporciona? Esse ótimo bônus é fundamental para melhorar a postura. O trabalho de fortalecimento muscular, principalmente das costas, é também um aliado para esse benefício da dança. Músculos fortes auxiliam você a ter mais suporte para ficar ereto ou ereta. A postura também melhora devido à percepção corporal. É comum que as aulas de dança sejam feitas em frente ao espelho. Isso acontece para você olhar sempre à frente, tomando consciência do seu corpo e ganhando autoconfiança. 

 

5. Benefícios da dança para a Saúde mental 

O que a dança pode fazer pela sua saúde mental? Muita coisa. Autoestima, humor, aprendizado, tudo isso é potencializado. O famoso vício em endorfina é real. As atividades físicas liberam esses neurotransmissores que provocam prazer e pronto: você quer dançar todo dia. Além da endorfina, o movimento libera dopamina e serotonina, que também são hormônios de prazer e felicidade. Eles sobrepõem ao cortisol, o hormônio do estresse, e você fica sorrindo à toa (pessoal do forró vai pegar essa).  Bastam 5 minutos de aula e você tem mais calma e bom humor. E isso é compreensível. Se você se concentra para coordenar os movimentos, as preocupações do dia a dia ficam fora da sala de aula. É quase uma meditação!  

 

6. Benefícios da dança para a autoestima 

Mexer o corpo em frente ao espelho pode fazer você se sentir poderoso ou poderosa ao ter o mínimo de controle do seu corpo e dos movimentos no ritmo da música. A dança é um importante recurso para trazer autoconfiança. A exposição à frente de outras pessoas é algo benéfico para vencer medos. Isso traz segurança e poder. É um momento para colocar toda a sua sensualidade em jogo – e trabalhar esse importante ponto da nossa vida. 

Você não precisa ser a Beyoncè ou o Michael Jackson. Cada novo passo aprendido é uma vitória. Aquela coreografia decorada vai ficar maravilhosa e ainda ajuda na memória e na coordenação motora. Você leu algum ponto negativo? A gente não.  

 

7. Excelente no tratamento contra depressão

Enquanto a música desperta emoções, os movimentos de dança ajudam você a se expressar de forma natural. Isso é muito potente para canalizar emoções negativas. Se você sempre sonhou em ter um controle saudável de sua carga emocional, a dança é um bom caminho. 

Sabe os hormônios de prazer e felicidade? São fundamentais para combater o quadro de depressão. Um estudo realizado na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) concluiu que as células cerebrais se regeneram com a dança. Se pensarmos que ela envolve uma melhor autoestima, sensação de bem-estar e prazer, é mais fácil entender esse benefício, né? 

 

8. Socialização 

A autoestima trabalhada na dança também é provocada pela socialização que ela permite. Você pode construir relações de amizade nas aulas. Nasce a sensação de pertencimento de grupo. Afinal, vocês compartilham um interesse em comum. Tudo isso reflete positivamente em seu comportamento em relação a si e aos demais. 

Já pensou em chamar a galera para uma gafieira sábado à tarde?  

Dançar é uma ótima saída para aliviar as tensões do dia a dia. Aquela carga negativa que poderia te acompanhar abre espaço para alegria e vitalidade. É um ótimo passo para levar uma vida mais positiva. 

Não foi encontrada nenhuma informação negativa sobre a dança até a publicação deste texto e há boatos que não existe nada ruim sobre mexer o corpo. Vamos dançar?  

 

Desinchá
 

Fontes:  

Mundo Psicólogos  

M de Mulher (Abril)  

Unimed  

 

Por Laíza Negrão 

Comente aqui

avatar