Loja Oscar Freire

Loja Shopping Iguatemi

Lojas parceiras

Desinblog

Desinchef

E-books

Cursos

Quem somos

Trabalhe Conosco

8 paradoxos sobre levar uma vida saudável

Um paradoxo desafia a gente a “segurar” na mente ideias que parecem opostas, quase como uma ilusão de ótica. Na imagem abaixo, por exemplo, precisamos tomar como verdade que a água está caindo e fluindo no mesmo nível até voltar à queda.  

Waterfall (M. C. Escher)

 

Paradoxo é algo que leva a uma contradição lógica, mas isso está longe de querer dizer que um paradoxo seja uma mentira. Pelo contrário. Numa frase famosa, o escritor Scott Fitzgerald diz que “o teste de uma inteligência de primeira ordem é a capacidade de manter duas ideias opostas na mente e ainda continuar funcionando.” 

Pois bem… Algumas verdades parecem contraditórias na superfície. Isso vale pra vida em geral, mas também pra saúde. Abaixo vão alguns paradoxos sobre levar uma vida saudável. 😉

8 paradoxos sobre levar uma vida saudável

  1. Quanto mais você foca em fazer dieta, menos você consegue resultados duradouros

Qual a ideia que a gente faz de dieta? Que vamos nos restringir, deixar de comer o que gostamos, nos privar em diversos sentidos… Ou seja: não é sustentável. Quanto mais a gente se reprime, mais vamos ter a tendência de nos rebelar contra regras rígidas. Então é muito melhor, se uma vida saudável está nos nossos planos, criar mudanças pequenas, graduais, e seguir um modelo que possamos manter pelo longo prazo. 

 

  1. Se você odeia o seu corpo, fica mais difícil cuidar dele de verdade

Muita gente acha que deveria fazer dieta (peeeemmmm, volte ao item anterior) porque odeia o próprio corpo e gostaria de mudar. Se essa for a sua motivação, as chances são que você se apaixone pelo resultado e se machuque no processo. Esse tipo de pensamento justifica tomar remédios controlados que nem sempre são a melhor opção pra cuidar de você de verdade. Por outro lado, se você pensar que está fazendo escolhas boas pra você e levando uma vida saudável, porque você se ama, fica muito mais fácil optar pelas opções mais saudáveis. 

 

  1. Quanto mais você cuida da sua saúde, menos você precisa cuidar da sua saúde

De uma forma geral, quanto mais você conseguir levar um estilo de vida saudável, mais isso atua de forma preventiva pra que você tenha, tchan tchan tchan… Menos problemas de saúde, e gaste menos com remédios.

 

  1. Quando você para de comer produtos cheios de realçadores de sabor, você começa a sentir os sabores de um jeito mais apurado 

Isso quer dizer que você vai treinar seu paladar pra sentir sabores mais sutis, refinando esse sentido. Açúcares, gorduras, aditivos químicos… Tudo isso mascara o sabor real dos alimentos, viciando nosso paladar e blindando nossas papilas gustativas. 

 

  1. Você consegue ser mais produtiva quando para e descansa

Tem quem viva pelo mantra “vou dormir quando morrer”, achando que isso é perda  de tempo. Acontece que se privar de uma boa noite de sono te faz ter perdas cognitivas e motoras semelhantes a uma pessoa alcoolizada – como indica esse estudo. Não deve ser surpresa pra ninguém, então, que descansar te permite ser mais produtiva. Ou seja: passa BEM LONGE de ser uma perda de tempo.

Então se você tá naquele time que fica até tarde no escritório, dorme mal, e chega cedo… Talvez você trabalhasse de um jeito muito mais efetivo se priorizasse o seu descanso. 

 

  1. Quando for implementar um novo hábito, quanto menos você faz (desde que faça alguma coisa), mais longe você pode ir

Quem nunca fez a matrícula na academia, passou uma semana indo todo dia e malhando por 2h só pra jogar tudo pro alto na semana seguinte? No começo, consistência é mais importante que intensidade. O essencial é construir o hábito. Depois você sempre pode aumentar a intensidade. Isso inclusive te dá um senso de progresso na sua prática que pode te impulsionar a se manter firme e forte. 

 

  1. À medida que você desafia seus limites, fica mais fácil amar quem você é hoje

De uma certa forma, a indústria fitness e o movimento de aceitação do próprio corpo têm algumas tensões. De um lado, ouvimos que não somos boas o bastante, e por isso devemos mudar… Do outro, ouvimos que devemos nos amar (até mesmo nossas falhas).  

Acontece que, tenho notado isso em mim e em outras pessoas: quanto mais você se desafia e celebra as vitórias que conquista com o seu corpo, mais você passa a amar quem você é, aqui e agora (imperfeições e tudo). E quem está dizendo isso é uma pessoa pra quem, até um tempo atrás, subir uma ladeira sem ficar ofegante era simplesmente impossível (sou ex-fumante e ex-sedentária). 

Já temos visto diversas iniciativas nesse sentido, por exemplo essa campanha da Adidas com Jessamyn Stanley, instrutora de yoga que não tem aquele perfil menina branca magrinha usando legging de marca famosa.

E se alguém quiser falar alguma coisa, que-ri-do, essa mulher levanta peso abrindo espacate. 

Quando você sabe do que é capaz, você se orgulha ao ocupar espaço (independente do seu tamanho, da sua forma, e de quais sejam as suas habilidades). 

 

  1. Você pode comer gordura para queimar gordura

E nosso último paradoxo: o princípio que está por trás de uma estratégia low carb, onde você diminui a ingestão de carboidratos e aumenta o consumo de gorduras boas pra fazer com que o seu corpo use a gordura como principal combustível. Assim ele vai usar a gordura dos alimentos, mas também aquelas que estão estocadas no próprio corpo. 

Implementar uma estratégia low carb montada por uma nutricionista (e com receitas criadas especialmente por uma chef de cozinha) te interessa? Se sim, você TEM QUE conhecer o Método Transformação Low Carb – um curso completinho com a nutri Ana Paula Montemor + a ex  Master Chef Izabela Dolabela.  

Esse é o primeiro passo a passo pra você implementar uma estratégia low carb em 4 semanas, sem passar fome e sem radicalismos.  

Método Transformação Low carb

Comente aqui

avatar