Treinamento para comer chocolate na dieta sem levar bronca da nutri

Chocolate combina sim com alimentação e mente saudáveis, mas você está preparada e preparado para ter uma relação madura com esta dádiva dos deuses? Então prepare-se para o treinamento para comer chocolate na dieta sem levar bronca da sua nutri. 


Treinamento para comer chocolate sem levar bronca da nutricionista

 

FASE 01 | Reconheça o inimigo 

O nome chocolate vem de xocoalt, a “bebida dos deuses” feita com sementes do cacau pelos povos olmecas, maias e astecas no século XVI. Com a chegada dos espanhóis, a bebida ganhou canela, baunilha e outros temperinhos, mas continuava muito amarga (quem já comeu cacau 100%, sabe). Logo depois, na Europa, o xocoalt foi misturado ao leite e açúcar, receita mais próxima do que conhecemos hoje. 

Seria bom se fosse só isso.
 

Infelizmente, nem todo chocolate que consumimos respeita a receita original, fazendo com que a gente ~ saboreie ~ excesso de leite, excesso de açúcar refinado, aromatizantes, adoçantes, soja, gordura vegetal, emulsificantes e outras coisas mais.  

O inimigo não é o chocolate, mas todos esses ingredientes que se infiltram na experiência. 

 

FASE 02 | A ESTRATÉGIA 

O chocolate possui propriedades químicas que podem fazer muito bem e muito mal. Por isso, é preciso conhecê-las para saber o momento certo de usá-las. 

 

O MAL

Algumas pessoas reagem ao comer chocolate com enxaqueca e até diarréias. É preciso consultar um médico para investigar a causa. Pode ser intolerância ao leite ou alergia a algum dos ingredientes extras que não deveriam estar no chocolate.

Sem contar o açúcar, que é sim um inimigo. Chocolate com açúcar em excesso pode engordar de um jeito não saudável. 

E as espinhas? Não são uma responsabilidade do chocolate, mas sim do leite e do açúcar que podem estar presentes e estimulam as glândulas sebáceas do rosto.   

 

O BEM 

O cacau é fonte de triptofano, um aminoácido essencial para o cérebro, que estimula a produção de serotonina, o hormônio do bem-estar, prazer e felicidade. Inclusive, pesquisadores da UCL (University College London) descobriram que o chocolate amargo pode diminuir o risco de depressão em 70%, enquanto o chocolate ao leite diminui o risco em 58% (por ter menos cacau). Tudo isso por causa do triptofano. 

Comer chocolate ajuda na produção de óxido nítrico, um gás que relaxa as artérias e melhora a circulação sanguínea, protegendo o nosso coração.

Os antioxidantes presentes no cacau também protegem a pele dos danos dos raios UV.

O chocolate também tem cafeína e teobromina, substâncias estimulantes que colaboram para o fluxo sanguíneo no cérebro, ajudando na prevenção de doenças como Alzheimer.

Lembrando que todas essas propriedades são fortalecidas de acordo com a qualidade do chocolate e que não é preciso ingerir uma grande quantidade para ter seus benefícios. 

 

FASE 03 | O CONFRONTO 

Agora o chocolate está na sua frente, mas você sabe tudo isso que a gente escreveu acima. Você entende que o chocolate não é só um gostinho de felicidade, mas é um alimento muito mais poderoso que pode fortalecer a sua performance na vida ou sabotar sua alimentação e seu corpo. 

 

O QUE FAZER? 

  • Leia o rótulo. Busque compreender o que você está colocando para dentro e prefira comer chocolates amargos e de chocolaterias especializadas. Geralmente, os chocolates de mercado são mais açúcar e gordura que chocolate. Fuja deles! 
  • O exagero é inimigo da saúde. Não é preciso comer uma barra inteira de uma vez, mas um bloquinho é o suficiente para você ter serotonina e aliviar a vontade. Consulte nutricionistas e endocrinologistas para combinar a quantidade de energia que você gasta com a que você precisa ingerir por dia. Depois disso, defina junto com ela onde que vai entrar seu chocolatinho. 
  • Vai para academia? Use o chocolate ao seu favor.  Em entrevista ao site WebRun, a nutricionista Adriana Magalhães diz que o chocolate ingerido antes de uma corrida vai dar mais disposição (por causa da serotonina) e pode funcionar como fonte de carboidrato. Depois do treino, ele ajuda na recuperação de glicogênio muscular e seus antioxidantes ajudam no combate aos radicais livres produzidos naturalmente pelo nosso organismo. 
  • Vai fazer um bolo? Opte pelo cacau 100% em vez do chocolate em pó que você encontra no mercado. O chocolate em pó tem muito açúcar, enquanto o cacau 100% é tudo de bom. Ah, mas não adianta colocar cacau 100% e 2 xícaras de açúcar refinado, ok? Prefira adoçantes naturais ou açúcar de coco, por exemplo.  

 

Certificado: Apto a comer chocolate

 

Fontes: 

WebRun | Benefícios do Chocolate na Dieta
UCL | People who eat dark chocolate are less likely to be depressed
Mirror | People who eat dark chocolate are less likely to be depressed
Superinteressante | Como é feito o chocolate
Galileu | Do que é feito o chocolate
Metropoles | Precisa de razões? Veja os Benefícios do chocolate para a saúde.  

Comente aqui

avatar