Loja Oscar Freire

Loja Rappi

Lojas parceiras

Desinblog

Desinchef

E-books

Cursos

Quem somos

Trabalhe Conosco

Como transformei minha alimentação na quarentena

Essa é a Natália Miranda (Nat pros íntimos), nossa gestora de RH. A Nat sempre foi super magrinha, por isso podia comer o que quisesse sem se preocupar com o peso Mas já há um tempo ela queria fazer escolhas mais saudáveis que ajudassem o seu corpo a funcionar da melhor forma. E adivinha só: ela finalmente conseguiu transformar a alimentação na quarentena!

alimentação na quarentena

Afinal: ter um corpo magro não quer dizer ter um corpo saudável, né? Acontece que agora durante a quarentena ela finalmente pôde rever alguns hábitos, fazer melhores escolhas e finalmente dizer: “mudei minha alimentação de uma vez por todas!” 
 
Nós chamamos a Nat aqui pra contar um pouquinho sobre como foi esse processo. Dá uma olhada abaixo. 


“O que mudou na sua alimentação depois que você ficou de home office?”

No início comecei a comer pouco e mal porque tinha preguiça só de pensar no que iria comer. Se cuidar da alimentação já era difícil, cuidar da alimentação na quarentena, então! Primeiro tive que cuidar da minha saúde mental.

Depois que veio a preocupação com a minha saúde e passei a ter refeições pensadas e planejadas previamente. Isso me ajudou a consumir alimentos que são melhores para a minha saúde, comer mais (sim, comia pouquíssimo ou quase nada), diminuir o desperdício (agora estou sempre de olho no que tenho na geladeira e o que usarei na semana) e deixar a lista de compras mais focada. 
 
O benefício extra e que passei a economizar muito com iFood. 


“Qual era sua maior dificuldade para comer bem?”

Saber o que comer, gastar muito tempo com o preparo de alimento. Não queria gastar boa parte do meu tempo cozinhando porque queria fazer outras coisas. Daí, a preguiça me paralisava e eu apelava para o iFood. 


“Qual foi o seu maior aprendizado com isso tudo?”

Vale muito o esforço que faço por mim mesma! Adoro a cozinhar e ver uma receita dando certo, mesmo que seja depois da terceira tentativa. Estou comendo melhor e cuidando de mim. Hoje dou mais atenção a isso. Entendo que o tempo que invisto me organizando aos finais de semana e cozinhando para mim mesma é um dos melhores investimentos que poderia fazer. 


“Qual a melhor parte de preparar sua própria comida?”

Não passo vontade! Faço tudo do jeito que eu gosto e na quantidade que quero. Como meu organismo me permite comer muito, capricho no sabor dos pratos e preparo tudo em maior quantidade para comer mais no mesmo dia ou no dia seguinte. 

  

“Tem alguma receita pra compartilhar?”

Como trabalho em uma empresa de alimentos saudáveis, tenho uma receitinha que faço para café da manhã ou lanche que é fácil, saudável, rápida e gostosa: 


PANQUEQUINHA FIT 

Ingredientes: 

1 ovo; 

2 colheres de sopa de farinha de aveia ou outra farinha saudável; 

1 banana madura; 

Mel ou geleia para colocar por cima. 

Adicionais: você pode colocar uma colher de sopa rasa de cacau em pó ou 3 gotinhas de essência de baunilha. 

Preparo: 

  1. Primeiro amasse bem a banana. Depois, em um refratário, coloque a banana amassada com o restante dos ingredientes. Bata tudo até obter uma massa homogênea. Aqui em casa eu uso o mixer, mas você pode usar batedeira, liquidificador ou até bater a mão mesmo com um fuê. ;D 
  2. Em uma frigideira antiaderente pré-aquecida em fogo médio, despeje uma parte da mistura (eu faço de 3 a quatro discos redondinhos para empilhar). Dica: se alguns alimentos grudam na sua frigideira, você pode colocar um pouco de óleo de coco ou manteiga, mas só um pouquinho porque a massa quase não gruda. 

Note que, após alguns minutos, começam a se formar uns buraquinhos na massa, isso significa que está quase na hora de virar e você vai precisar de uma espátula, se não tiver aquela habilidade de jogar as coisas para o alto com a frigideira. 

Para servir: 

  1. Depois de pronto, eu adiciono mel ou geleia por cima. Se for um dia de TPM pode rolar até uma nutella. Hahahaha 
  2. Note que eu não adiciono açúcar. Não gosto de nada muito doce e o mel e a geleia adoçam ainda a receitinha. 

Rendimento: de 3 a quatro discos. 

Comente aqui

avatar