Loja Oscar Freire

Loja Rappi

Lojas parceiras

Desinblog

Desinchef

E-books

Cursos

Quem somos

Trabalhe Conosco

Hara Hachi Bu: como comer menos e com mais prazer

Já falamos nesse post sobre um dos grandes segredos das populações vivendo nas blue-zones (áreas onde a expectativa de vida supera – e muito! – a média global). Um desses lugares é Okinawa, uma ilha pequenininha no Japão que tem o maior número de centenários no mundo. No texto que mencionei aí em cima, passo bem rapidinho pelo princípio que é o assunto desse post que você está lendo. Só não tinha experimentado essa beleza no meu corpo ainda. Apresentando… Hara Hachi Bu! 
 
Em Okinawa, as pessoas têm o costume de comer até ficarem 80% satisfeitas. Por mais robótico que possa parecer (quando comentei sobre isso com o meu companheiro, ele me chamou de “Melina ciborgue”), seu corpo sabe o que quero dizer. É a sensação de que você comeu bem, até matar a fome, mas sem ficar com aquele peso desnorteante de quando a digestão rouba sua energia. 
 
O melhor de tudo? Se alguém perguntar para uma senhorinha centenária de Okinawa se ela faz “dieta”, ela vai rir muito. Hara Hachi Bu NÃO É dieta. É uma forma de criar um novo relacionamento com a alimentação e com o seu corpo. Tchau abrir o botão da calça e desmaiar no sofá. 
 
Esse princípio fala sobre COMO comer, não O QUE comer. Isso quer dizer que você não precisa abrir mão das coisas que gosta. Muito embora o ideal seja sempre priorizar alimentos ricos em nutrientes, quando eu respeito os limites do meu corpo e não me deixo levar pela sensação viciante de prazer que alguns produtos trazem, posso muito bem comer um pão ou um docinho sem efeito negativo nenhum no meu peso ou disposição. 
 
O resultado disso tudo é que a média de aporte calórico diário em Okinawa é de 1900 calorias, um número bem mais baixo do que a média ocidental, que chega a 2500 calorias. Essa é uma média bem ampla, lembrando que no geral mulheres comem menos que homens. 
 
Agora… Incorporar Hara Hachi Bu no seu dia pode ser mais simples do que você imagina (disse ela fazendo uma pose de apresentadora do Polishop, com um sorriso maior que a boca). 

Hara Hachi Bu: como comer menos e com mais prazer

Coma mais devagar

Uma dica legal é deixar os talheres descansando no prato enquanto você mastiga o que acabou de colocar na boca. A maioria das pessoas começa imediatamente a preparar a próxima garfada… Leva um tempo até o estômago dar o sinal de saciedade para o cérebro, e assim você evita exagerar por falha na comunicação. 
 

Foque na comida

Em outras palavras: desligue a TV, pare de checar o celular… Concentre sua atenção na comida – com seus sabores, aromas e texturas. O bom é que assim você vai aproveitar muito mais essa experiência. Comer menos e com MAIS PRAZER?? Sim, é isso mesmo. 
 

Coma em pratos menores

Isso sinaliza para o seu cérebro que você não precisa de tanta comida assim. Por isso os restaurantes a quilo costumam oferecer pratos super rasos e gigantescos: para te levar a colocar mais comida do que você precisa. Use esse mesmo princípio, mas ao seu favor ao invés  de contra você. 
 
Simples, né? 
 
Pois tem mais um detalhe. 
 
O pessoal de Okinawa costuma falar, quase como um mantra, antes de cada refeição: Hara Hachi Bu. É um lembrete dessa filosofia. E ei! Você pode fazer o mesmo. 😉  
 
Depois me conta aqui nos comentários como foi pra você.  

 

Desinchá

 

Por Melina França 

Comente aqui

avatar