Loja Oscar Freire

Loja Shopping Iguatemi

Lojas parceiras

Desinblog

Desinchef

E-books

Cursos

Quem somos

Trabalhe Conosco

O que eu fiz para emagrecer 8kg em 60 dias 

Quer saber o que eu fiz para emagrecer 8kg em 60 dias?

Tudo começou com um desafio (e não daquele tipo de quando você jogava verdade ou consequência com os amigos adolescentes, alguém queria te sacanear e te desafiava a “tirar as meias de fulano com os dentes”).  

Não.  

Como a gente vive falando sobre mudanças de hábitos aqui na Desinchá, e estudos indicam que o tempo mínimo necessário para formar um hábito é de 60 dias, fomos desafiados a mudar nossa alimentação, cuidar melhor da nossa saúde e ver o que acontecia ao longo de 2 meses. 

O que aconteceu comigo, o título desse texto já deve ter te dado uma baita dica. 

Agora… Como eu consegui emagrecer 8kg? E como você pode usar os mesmos princípios na sua rotina em busca de resultados semelhantes? 

Hoje vou te contar. 😊 

(Eu queria usar um exemplo real de como emagrecer 8kg, com números reais, ao invés de falar platitudes como “se alimente melhor” … E olha só! Meu caso era um exemplo tão bom quanto qualquer outro) 

Se você quer perder peso com saúde, preste atenção. Enquanto as outras pessoas se privam de comer tudo o que gostam, sobrevivem a uma dieta de alface com rabanetes, e desistem depois da primeira semana, em grande estilo, depois de surtar e devorar um bolo inteiro, você pode usar essas estratégias específicas e comprovadas. 

O que eu fiz para emagrecer 8kg em 60 dias 

Isso foi o que eu fiz: 

  • Comecei fazendo mudanças sutis na minha alimentação, e comemorei cada pequena vitória. Isso me permitiu construir momentum e impulsionar ganhos maiores; 
  • Entendi que estava em busca de algo de longo prazo, por isso não me torturei por ter comido um pedaço de chocolate. Culpa, nesses casos, não é uma emoção produtiva. Depois de ter me desviado do tipo de alimentação que eu queria ter, simplesmente fiz escolhas mais saudáveis na próxima refeição; 
  • Passei a considerar outros critérios além do sabor da comida. Não que o sabor tenha deixado de ser importante, bem longe disso! Mas descobri que comidas saudáveis podem ser tão gostosas quanto suas opções ultraprocessadas, com o bônus de que elas vão realmente nutrir o meu corpo e fornecer o que ele precisa para funcionar da melhor forma. Lembrar disso antes de comer, por mais neo-hippie que possa parecer, me ajudou a fazer escolhas mais alinhadas com os meus objetivos; 
  • Fiz declarações de amor para o meu reflexo no espelho. Minha ideia era mostrar que eu estava cuidando de mim mesma porque amo o meu corpo e quero o melhor para ele; 
  • Testei diferentes tipos de alimentação, variando entre o low e o slow carb, e fazendo alguns dias vegetarianos na semana (para entender como eu reagia a diferentes estímulos); 
  • Incluí bastante água e luz solar como parte da minha “nutrição” diária; 
  • Usei esse desafio como desculpa para testar milhares de receitas saudáveis (principalmente de sobremesa!) e dar uma verdadeira festa para o meu paladar; 
  • Aceitei que esse é um processo de melhoria contínua, e que meu corpo tem necessidades diferentes dependendo do momento pelo qual estou passando. 

Para quem sempre se viu como uma garota nerd, míope e louca por livros – me enxergar como alguém que cuida do corpo com o mesmo carinho com o qual cuida da mente foi um feito e tanto. 

Mas preste atenção no que a gente NÃO VÊ. 

Não consegui emagrecer 8kg porque me privei mais do que a maioria, ou porque tomei uma pílula mágica que resolveu todos os meus problemas de uma hora para a outra.  

Ao invés disso, (1) comecei a fazer escolhas melhores, principalmente na minha alimentação, e (2) mudei o jeito como eu encarava uma mudança alimentar: 

  • Escolhi me amar ao invés de odiar o que via no espelho 
  • Adotei uma mentalidade de longo prazo 
  • Mudei minha relação com a comida (ao invés de “fazer um regime”) 
  • Entendi que precisava curtir o processo, não só o resultado final 

E funcionou. 

Muito mais do que todas as vezes em que tentei “fazer dieta”. 

Hoje, um ano depois, não ganhei nada do peso de volta (o pesadelo de todo mundo que se priva em busca de ganhos de curto prazo). Pelo contrário: isso me impulsionou a fazer outras boas escolhas que priorizam minha saúde e bem-estar. 

Não acho que isso seja por acidente. 

Além da parte mais técnica da nutrição, para conseguir resultados expressivos, você precisa trabalhar também a sua mente. Mudar sua perspectiva.  

Só que curiosamente NINGUÉM fala sobre isso. Não aprendemos esse tipo de coisa na escola, nossos pais não falam sobre (pelo menos os meus só falaram que eu tinha que comer salada, e só). Aí quando alguém finalmente nos mostra, é como se tudo fizesse sentido. 

A gente entende de uma vez por todas porque sempre teve ganhos no curto prazo, mas logo viu os quilos voltarem na balança. Quanto mais você avança, mais importante é testar e entender o que funciona para você. 

Então hoje quero te desafiar também. 

Se você já fez as dietas mais malucas e até viu algum benefício no curto prazo, mas os quilos voltaram a aparecer na balança… 

Quero te convidar a transformar sua relação com a comida, com o seu corpo, e com você mesmo. 

Acabamos de lançar o Desafio Desinchá 60 Dias – um desafio totalmente gratuito para você que quer transformar os seus hábitos e adotar um estilo de vida mais saudável. 

 

Como eu perdi 8kg em 60 dias 

Por Melina França

Comente aqui

avatar