Loja Oscar Freire

Loja Shopping Iguatemi

Lojas parceiras

Desinblog

Desinchef

E-books

Cursos

Quem somos

Trabalhe Conosco

Pão: amigo ou inimigo?

Pão com margarina e café com leite. Esse é o café da manhã de muitos brasileiros e para muitos, começar o dia sem um pãozinho quente é inimaginável. Mas, desde que as dietas restritivas e o “sem glúten” começaram a ganhar fama, o pão passou a ser demonizado entre muitas pessoas e um preconceito sobre ele começou a ganhar força. 

Bom, esse preconceito não veio sem nenhum argumento: um simples pão francês de 50g possui 28% de carboidratos, além do glúten e sal. E, por isso, surge a dúvida: comer pão todos os dias faz mal para a saúde? 

O problema do pão não é o alimento em si e muito menos o glúten, mas sim, a quantidade que ele é consumido e os tipos de pão que temos por aí. Os pães que devem ser SIM incluídos na dieta dos brasileiros, são os integrais

Vamos entender um pouco mais sobre esse alimento famoso? 

 

Pão: amigo ou inimigo?

 

Vamos falar de pão, tá bão?

Para começar, vamos começar pelo esse tal de glúten que todos querem cortar por escutarem por aí que o glúten incha ou engorda. 

 

Glúten

“Nossa, parei de comer glúten e minha vida mudou”. Algumas pessoas não comem alimentos com glúten apenas porque um amigo de um amigo disse que se sentia melhor sem ele em sua dieta. 

De fato, o glúten simplesmente se refere às proteínas encontradas nos grãos. Algumas pessoas que sofrem de doença celíaca são alérgicas a essa proteína e aí sim, neste caso, devem evitar comer glúten. Mas se você não é celíaco, não existe motivo para eliminar o glúten da sua vida, pois pouca ou nenhuma evidência sugere que o glúten é prejudicial para indivíduos completamente saudáveis. 

 

Carboidrato simples

Sim, o pão branco é um carboidrato simples. O que isso significa?  Ele possui um índice glicêmico alto, que nada mais é do que um número que representa a velocidade na qual a glicose (açúcar) entra na corrente sanguínea. Isso indica que o carboidrato na comida será absorvido rapidamente, o que quer dizer que quando que você come um pão, sentirá fome mais rápido. 

Porém não só isso é importante ressaltar. Por ser um carboidrato absorvido rapidamente, ele nos dá energia de forma rápida, o que pode ser interessante para atletas e crianças, que podem se beneficiar pelo consumo do pão branco. 

 

Sódio

Um ponto que devemos nos atentar, é a quantidade de dio que o pão francês, principalmente, tem por unidadeSegundo a Anvisa, uma unidade de pão francês (50 g) que hoje tem em média 320 mg de sódio, levando em consideração que a recomendação diária de sal são 2.000 mg de sódio. Por esse motivo, é importante ressaltarmos a importância da troca do pão francês para um pão integral, que possui em média 125 mg por fatia.  

 

E o pão integral?

Ele é a melhor versão de pão e a mais recomendada a se consumir, segundo nutricionistas (inclusive eu 😉).  

Você me pergunta, por que ele é melhor que o pão branco? Posso citar alguns bons motivos: 

 

Carboidrato complexo

Ao contrário do pão branco, ele apresenta índice glicêmico menor, dando maior saciedade. As fibras presentes na versão integral são responsáveis por lentificar a absorção da glicose (como expliquei acima) e reduzir o colesterol sanguíneo.   

E é por estes motivos que o consumo do pão integral é a melhor opção principalmente por pessoas com diabetes e excesso de peso.  

 

Rico em fibras

Pelo fato de o pão ser feito com a farinha integral e na maioria das vezes também ter a presença das sementes como chia, linhaça ou aveia (riquíssimas em fibras), o pão integral acaba ajudando muito o funcionamento do intestino, auxiliando pessoas com metabolismo lento e também na retenção de líquidos. 

 

Escolhendo pão integral no mercado

É preciso ter atenção na hora de fazer as compras e for escolher um pão de forma integral. Muitos deles tem açúcar na composição, o que deixa o pão ainda mais calórico e com maior teor de carboidrato simples. 

Ah! E para que um pão seja 100% integral, ele deve ter SOMENTE farinha integral na sua tabela de ingredientes. Muitas marcas mostram na embalagem que o pão é integral, mas na verdade seu primeiro ingrediente é a farinha de trigo, lembrando que o primeiro ingrediente do rótulo é aquele que apresenta maior quantidade no produto. 

Então, cuidado para não ser enganado e procure por um pão integral de qualidade. 

 

Então, devo incluir o pão na minha dieta?

Sim! Mas se atente ao seu objetivo e à sua saúde. Como assim? Bom, se você for uma pessoa que está tentando perder peso ou tem problemas com glicemia alta no sangue, é bom optar pelo pão integral! Mas caso você queira uma energia rápida e não consegue largar do pão francês de jeito nenhum, não tem problema você comê-lo de vez em quando, só cuidado para não exceder a quantidade!  

O pão, seja ele integral ou branco, não deixa de ser um carboidrato. Então, se você está em uma dieta low carb por exemplo, provavelmente você terá que substitui-lo por algum outro tipo de alimento. Mas isso não te impede de consumir o integral às vezes. 

 

E aí, vai parar de ter medo do pão agora? Espero que sim 😜 

 

Desinchá

Por Nutri Vitória Campos

Comente aqui

avatar