Você sabe para que serve um diurético?

Segue a cena: é verão no Brasilzão da massa. É carnaval e você vai passar o dia inteiro na rua (não precisa ser verdade, só imagina). Tá calor pra caramba. Então você toma uma, duas, três, quatro cervejas. De repente te dá aquela vontade de fazer xixi, mas, obviamente, é impossível achar um banheiro. Você está sofrendo. E sempre vai ter algum amigo seu pra te lembrar: “bicho, cerveja é diurético. Toda hora você vai querer ir ao banheiro”. 

Ok, cerveja é diurético. Mas parece que a única coisa que eu sei sobre “diuréticos” é que eles me fazer querer ir ao banheiro toda hora. E isso lá é bom? O que mais um produto diurético pode me oferecer?  

Uma das coisas ótimas de escrever para este humilde blog é a possibilidade que tenho de pesquisar coisas que não tinha conhecimento nenhum. E dessa vez essa pesquisa foi fazendo diversos links com outros assuntos relacionados interessantes.  

Mas primeiramente descobri coisas que provavelmente eram óbvias para muitas (pra não dizer praticamente todas) as pessoas: existem remédios diuréticos. E eles são usados para tratar hipertensão e insuficiência renal e cardíaca.  

A engenharia é a seguinte: eles atuam no funcionamento dos rins, alterando o processo de filtração e reabsorção de água e sais. Também aumenta a quantidade de urina que o corpo produz, favorecendo a eliminação do sódio do organismo. E é exatamente esse sódio que é responsável por casos de pressão arterial alta e insuficiência renal e cardíaca. E como esse processo elimina mais água do corpo, sobra menos para ser reabsorvida, fazendo com que esse tipo de remédio também seja indicado para combater a retenção de líquido

Já entrarei nos méritos dessa tal retenção. Antes, um pouquinho dos problemas que os diuréticos podem causar (afinal, nunca é só alegria quando estamos falando de remédios e semelhantes): temos a perda de potássio (que pode causar câimbras, perda de apetite, náuseas e vômitos), tontura, desidratação e diminuição do volume sanguíneo. Maravilha. Por isso é tão importante consultar sempre um médico antes de sair por aí tomando remédios (e cerveja, mas né…)  

Você entende o que faz um diurético?

Agora, a retenção de líquidos: esse é um nome popular que damos para descrever o inchaço no corpo ou em parte dele. Algumas causas são: problemas renais, cardíacos, hepáticos ou doenças da tireoide que provocam um tipo específico de edema (edema é um termo médico para “inchaço”). 

Esse inchaço é causado por um líquido que sai dos vasos sanguíneos e vai para o tecido subcutâneo (uma camada mais profunda da pele). E é isso que faz a pele parecer estufada e brilhante.  

E o que causa isso? Coisas como:  

  • variações de pressão sanguínea em determinada região;  
  • quantidade de proteínas no sangue;  
  • quantidade de sais disponíveis no corpo; 
  • ação da força da gravidade;  
  • Sedentarismo; 
  • problemas renais, cardíacos ou hepáticos; 
  • doenças da tireoide que causam um tipo específico de edema; 
  • remédios, como anti-hipertensivos; 
  • Reações inflamatórias causadas por reações alérgicas. 

 

Sei que parece CAÓTICO, mas na real os casos mais comuns são inchaços locais surgidos por uma má circulação sanguínea na região. 

Mas, obviamente, o diagnóstico da retenção de líquidos pode ser feito por um médico. Portanto, não hesite: VÁ EM UM caso você tenha os seguintes sintômas:  

  • Se seus pés incharem muito a ponto de os sapatos e meias ficarem apertados ao longo ou no final do dia; 
  • Se amanhecer com as pálpebras ou o rosto inchado; 
  • Se houver inchaço assimétrico, mesmo que leve (só uma perna, ou só um braço, por exemplo), pois pode ser um sinal de trombose; 
  • Se aparecer inchaço no corpo, depois de começar a usar um remédio novo. Ele pode ser efeito colateral ou reação alérgica provocados pelo medicamento. 

 

Mas, afinal, existe solução? Existe sim, meu consagrado. Veja:  

  • beba água. BEBA MUITA ÁGUA! (2 litros por dia já tá bom); 
  • coma alimentos com menos sal
  • Diversas frutas com alto poder diurético e com nutrientes que facilitam a eliminação de líquidos, como: melancia, melão, abacaxi, pera, maçã, limão e coco.  

 

Dá pra fazer essas coisas sem nem pensar muito, amigo. Aproveita e leva um Desinchá para casa, que ele vai te ajudar na missão. 😉  

 

Voltamos em breve com novas informações.  

 

Assinatura Desinchá

Comente aqui

avatar